Enfermeira é morta a tiros dentro da casa onde morava, em Salvador; companheiro é apontado como autor


Uma enfermeira de 37 anos foi morta a tiros dentro da casa onde ela vivia, no bairro de Mussurunga, em Salvador, na noite de domingo (19). De acordo com a Polícia Civil, o crime foi cometido pelo companheiro dela, que tirou a própria vida momentos depois.

A vítima foi identificada como Renata Freitas. De acordo com informações apuradas pela TV Bahia, os vizinhos da enfermeira escutaram barulhos de tiros e foram até a residência dela, que fica na Rua Professor Plínio Garcez de Senna.

Renata foi encontrada baleada no local e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser levada para o hospital. Os familiares da enfermeira afirmam que ela levou três tiros.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito de cometer o crime é André Luís Sena de Oliveira, de 44 anos.

O corpo dele foi encontrado com marcas de tiros dentro de um carro, também no bairro de Mussurunga, na Rua Desembargador Wilde de Lima. A Polícia Civil trata a morte dele como suicídio.

De acordo com a polícia, não se sabe o que teria motivado André Luís a matar Renata Freitas. O corpo de Renata Freitas foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e o crime é tratado como feminicídio.

Fonte: G1 Bahia


Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Rui-barbosense explica como tirar empréstimo sendo beneficiário do Auxílio Brasil (Bolsa Família)

Homem natural de Macajuba é executado em Feira de Santana