Casa da Caridade de Ruy Barbosa realiza campanha para arrecadar material de limpeza, higiene pessoal e fraldas geriátricas

(Foto: Diocese de Ruy Barosa)

A Casa da Caridade, está desempenhando uma Campanha de Doação, que terá como função ajudar a diminuir as despesas da Cdc. As opções de itens para a doação, são os seguintes: Materiais de Limpeza e Higiene Pessoal ou Fraldas Geriátricas (tam G ou GX).

As doações também podem ser feitas também através do pix da Casa da Caridade Cdcruiba@gmail.com). Os pontos de coleta: Casa da Caridade e secretaria paroquial. As informações foram divulgadas na página oficial no instgram @pascomruybarbosa no dia 05 de julho de 2022.




A CASA DA CARIDADE DE RUY BARBOSA


A Casa da Caridade de Ruy Barbosa se abriu no ano de 1996. Mas já estava há anos no coração de alguém! Na década de ’80 foi dom Mathias que pediu ao Bispo da Diocese de Reggio Emilia a Casa da Caridade, porque padre Giacomo, da Diocese de Reggio Emilia, missionário aqui e pároco da paróquia de Baixa Grande, desejava tê-la na sua paróquia. Ele, voltando à Itália de férias, pediu ao padre Mário. Temos até um mapa que padre Mário fez pensando na Casa da Caridade no Brasil. (em anexo). Ele colocou as cidades onde estavam os padres de Reggio Emilia, as distâncias, a possível colocação da Casa, os padres que concordavam e os que estavam em dúvida, e concluiu escrevendo que precisava rezar muito!

A equipe de missionários para abrir a Casa só chegou em 1995, quando já o Bispo era dom André. Na espera que fosse construída a Casa onde está atualmente, se começou perto da Catedral. A inauguração da Casa foi no dia 14 de abril de 1996, segundo Domingo de Páscoa.

Nestes anos de história muitas pessoas passaram daqui: muitos hóspedes, os tesouros da Casa, várias Irmãs e Irmãos da Caridade se revezaram, muitas pessoas conheceram, visitaram, muitos voluntários passaram, várias moças fizeram um tempo de experiência e de discernimento.

Agora em Casa há 14 hóspedes, de idades e condições bem variadas. A maioria deles precisa de ajuda pelas mais simples ações cotidianas, como tomar banho, se vestir ou se alimentar. Mas o que marca muito é a alegria deles. É uma família bem variegada!


Presença fixa em Casa é o pe. Luís, Irmão da Caridade e pároco de Lajedinho, e as Irmãs: ir. Madalena e ir. Joseane, que vêm do Madagascar, ir. Manuela e ir. Alessandra que vêm da Itália. A responsável da Casa, junto com o pároco pe. Antônio, é ir. Manuela.

Em Casa estão também alguns jovens: algumas moças já estavam morando aqui, fazendo uma caminhada ou uma experiência (a “leva”) de discernimento vocacional, outros jovens deram a disponibilidade para morar um tempo, um mês ou mais neste tempo de pandemia, para ajudar e garantir o cuidado dos meninos, e também para fazer uma experiência de família e de serviço.


Postagem Anterior Próxima Postagem