Jovem de 17 anos é vítima de homofobia em Ruy Barbosa. Família relata agressão seguido de assalto.
Na última quinta-feira (10/10) o jovem Rian Kleisson, de 17 anos, foi vítima de agressão seguido de assalto. Tudo indica que foi caso de homofobia. O jovem relatou junto com testemunhas e família que já tinha tem sofrido ofensas e ameaças. 

A família estava com medo do acontecido, mas achou apoio com o Grêmio Águia de Haia e o coletivo Kizomba, que solicitou ajuda na secretária de Assistência Social (CREAS) e a Secretaria de Educação, além de ajudar a registrar um boletim de ocorrência. O Grêmio Águia de Haia e o coletivo Kizomba se comprometeu a fazer atividades que combatam a homofobia, já que não é o primeiro caso que chega ao nosso conhecimento.

Segundo a psicologia, homofobia é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a pessoas homossexuais, bissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais. As definições para o termo referem-se variavelmente a antipatia, desprezo, preconceito, aversão e medo irracional.

O Brasil registrou 445 casos de assassinatos de homossexuais em 2017, segundo o levantamento do Grupo Gay da Bahia. De acordo com a ONG Transgender Europe, entre 2008 e junho de 2016, 868 travestis e transexuais perderam a vida de forma violenta.. Em 13 de junho o STF aprovou a criminalização da homofobia.

Insta do Grêmio AQUI


Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond