Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Nome de Otto Alencar Filho é cogitado para vice em chapa com Rui Costa


Nome de Otto Alencar Filho é cogitado para vice em chapa com Rui Costa



Depois que o governador Rui Costa (PT) deixou que o vice-governador João Leão (PP) escolhesse a vaga para o Senado, a vice na chapa majoritária deve ficar mesmo com o PSD, que estuda indicar o presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho. O nome do filho do senador Otto Alencar, que preside o PSD na Bahia, começou a ser cogitado nos últimos dias e agrada aos deputados federais do partido. Isso porque Ottinho é pré-candidato à Câmara e, caso não entre na disputa, os votos dele podem ser redistribuídos entre os parlamentares da sigla, que já mostram preocupação com uma possível perda de força caso o filho do senador seja candidato.

Sem preferência
Com isso, quem poderia ser limado da disputa é o presidente da Assembleia, Angelo Coronel (PSD), que tem buscado viabilizar seu nome para compor a chapa. O próprio Otto Alencar tem ponderado que o indicado do partido para integrar a majoritária ainda não foi definido, embora defenda a presença da sigla entre as quatro vagas.


Hora da verdade
Alvo principal da Operação Adsumus, o ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado (PT) vai sentar pela primeira vez no banco dos réus, na audiência de instrução sobre o processo em que é acusado de participar do esquema de corrupção que desviou ao menos R$ 20 milhões dos cofres públicos entre 2013 e 2016. Ainda não se sabe se Machado vai comparecer pessoalmente à audiência de instrução, adiada em dezembro passado. Isso porque, na ocasião, o petista foi preso provisoriamente ao se apresentar à Justiça de Santo Amaro. Dias depois, teve a preventiva decretada.

Birra de ex
A relação entre a ex-presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Maria Quitéria (PSB), e o atual comandante da entidade, Eures Ribeiro (PSD), parece estar abalada. O motivo do desentendimento gira em torno de um acordo feito por eles durante a sucessão de Quitéria, que ficou ao lado do prefeito de Bom Jesus da Lapa em troca apoio para sua candidatura a deputada estadual. No entanto, a pessoas próximas, ela confidenciou que Eures não está cumprindo sua parte no acordo e tem dado suporte a outros postulantes à Assembleia.

Pegou mal
A exoneração do presidente do PT em Jacobina, Antônio Ramos Novais, do cargo de coordenador do Sinebahia no município provocou discórdia dentro do próprio partido. A demissão dele não foi bem aceita por lideranças regionais, que vão cobrar explicações do governador Rui Costa (PT). Novais foi indicado pelo deputado estadual Marcelino Galo e pelo ex-deputado federal Amauri Teixeira.

Com a palavra
A falta de avanço nas conversas do vereador Carlos Muniz (Podemos) com o PDT foi admitida pelo presidente do partido, Félix Mendonça Júnior. Segundo ele, Muniz não voltou a procurar a sigla após o início das negociações. A ideia do vereador era trocar de legenda para tentar uma vaga na Assembleia. Félix, contudo, disse que as portas do PDT seguem abertas.


"Nossa conversa está de pé, mas só vamos fechar na segunda quinzena de março. Até porque, sem janela de mudança partidária aberta, não podemos avançar", José Carlos Araújo, presidente estadual do PR, ao falar sobre a conversa com o deputado federal Ronaldo Carletto (PP), que deve migrar para o partido e entrar na disputa por uma vaga na chapa majoritária

Pílula
Fora de jogo
Caciques do PT negaram as especulações de que o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues (PT), deixaria o posto para ser candidato a deputado estadual. Segundo eles, Rodrigues diz não ter pretensão de entrar na disputa e deve dar apoio a outros nomes do partido, entre eles a deputada Neusa Cadore.

Fonte: Correio, Jairo Costa Júnior, com Luan Santos