Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Solla ironiza pesquisa que dá vantagem a Neto: ‘Só se for no Paraná’


Solla ironiza pesquisa que dá vantagem a Neto: ‘Só se for no Paraná’

(Foto: Max Haack / Ag Haack / bahia.ba)

O deputado federal Jorge Solla (PT) ironizou o resultado da pesquisa do Instituto Paraná, encomendada pela Record Bahia, que dá vantagem ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), contra o governador Rui Costa (PT), em uma eventual disputa eleitoral em 2018.
De acordo com o levantamento, o democrata venceria a corrida pelo Palácio de Ondina no primeiro turno, com 54,5%, contra 24,1% do petista, se Otto Alencar (PSD) fosse candidato. Sem o senador, a vitória seria ainda maior: 56,4% a 25,8%.
“Só se for no Paraná. Tinha que ser na ‘República de Curitiba’, mas não existe isso. Tenho certeza. Tenho rodado no interior e a avaliação de Rui é positiva. Neto não conseguiu ocupar espaços que possam credenciar ele a aumentar a sua participação. Não só a avaliação do governador cresceu, como a oposição não conseguiu ocupar espaço”, apontou o petista, em entrevista ao bahia.ba.
O deputado questiona ainda o fato de o levantamento ter percorrido 70 dos 417 municípios baianos. “As prefeituras onde os aliados deles ganharam estão trágicas as administrações. Conquista tem greve de servidores há 15 dias. Em Camaçari, a mesma coisa. Se antes da eleição municipal não estava assim, imagine agora. Sem contar que Neto é o principal cabo eleitoral de Temer na Bahia”, disse, ao associar a crise política no governo federal ao partido do prefeito, que apoia a gestão.