Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Prefeito de Ipirá é acusado de esquema de compra de votos


Prefeito de Ipirá é acusado de esquema de compra de votos

O prefeito Marcelo Brandão é acusado de estar em um esquema de compra de votos nas eleições municipais de 2016. A audiência é a primeira marcada desde que o prefeito tomou posse. A ação foi movida pelo segundo colocado nas eleições, o candidato Aníbal Ramos Aragão.

A Justiça Eleitoral do município de Ipirá, está apurando denúncias de compra de votos nas eleições municipais de 2016. Nesta quarta-feira 08 de março, ocorrerá uma audiência de instrução no Cartório 62ª Zona Eleitoral do município, onde mais de 08 pessoas envolvidas no caso serão ouvidas.

A juíza Luciana Braga, deve ouvir o prefeito eleito Marcelo Brandão (DEM), o vice- José Ricardo e Delorme Antônio Martins Fernandes, ambos estão no processo de investigação de suposta compra de voto, uso indevido na emissora de Rádio Ipirá FM e abuso de poder econômico na ação de investigação judicial eleitoral (Aije) movida pelo ex-prefeito Aníbal Ramos Aragão, que foi candidato da coligação “Ipirá Honesto” na eleição de 2016. A acusação ainda entregou – junto ao processo – um áudio que comprova a captação ilícita de sufrágio e o abuso do poder econômico.

De acordo com o que consta no Processo 0000344.83.2016.6.05.0062, o áudio – com o ilícito eleitoral – contém a voz de um cabo eleitoral do prefeito eleito, no diálogo com um morador da zona rural do município, negociando um pagando de R$300 (trezentos reais) e oferecendo emprego ao eleitor em troca de votos.

A denúncia foi recebida pela juíza eleitoral Luciana Braga, que determinou o comparecimento das testemunhas. De acordo com um dos advogados da ação, José Hugo Farias Oliveira e Manoel Guimaraes , caso comprovada a acusação, o prefeito Marcelo Brandão pode perder o mandato.

Por Cristina Villarino

Nenhum comentário:

Postar um comentário