Prefeitura de Itaberaba causa revolta ao obrigar educadores a cumprir carga horária presencial





A Prefeitura de Itaberaba (BA) tem causado revolta entre professores, coordenadores e diretores de escolas da rede municipal após publicar uma portaria polêmica que obriga o cumprimeiro de 70% de carga horária de educadores em maneira presencial. O BNews teve acesso ao documento, assinado pela secretária de Educação, Nógma Elioênia Alves de Andrade Brito. A gestão municipal é comandada pelo prefeito Ricardo Mascarenhas.

A portaria nº39/2021, publicada em 22 de fevereiro, determina que apenas servidores de grupo de risco terão direito a cumprir a carga horária total por meio remoto. Os professores cumprirão apenas 30% em trabalho remoto para "planejamento programático", "preparação de aulas não presenciais" e "confecção de material diádatico", entre outras. Já coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais cumprirão a carga horária integral de forma presencial nas unidades de ensino.


Os profissionais da Educação estão revoltados, sobretudo com a segunda onda agressiva de Covid-19 que a Bahia enfrenta. "Uma tremenda irresponsabilidade do prefeito. É absurdo o que estão fazendo com os profissionais da educação em Itaberaba", lamenta um denunciante, que prefere não ser identificado, ao BNews.

A decisão vai na contramão de decisões do Governo do Estado, por exemplo, que determinou a retomada do ensino na Rede Estadual apenas de maneira totalmente remota a partir do dia 15 de março. O BNews tentou entrar em contato com a gestão municipal neste domingo (7), mas não conseguiu até o fechamento da matéria. O texto será atualizado caso seja enviado um posicionamento.

De acordo com o boletim diário divulgado pela Prefeitura de Itaberaba na última sexta-feira (5), foram registrados 34 novos casos da Covid-19 na cidade. Não foram confirmados novos óbitos pela doença. Atualmente Itaberaba tem 288 casos ativos, 98 casos suspeitos, 386 casos monitorados e 64 óbitos registrados pela doença. O número de casos curados é de 3.849 e, ao todo, já foram confirmados 4.201 casos da COVID-19 no município. Além disso, já foram realizados o total de 13.773 exames, dentre Testes Rápidos e RT-PCR/SWAB.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.105 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 3.996 recuperados (+0,6%). Segundo dados divulgados neste domingo, foram registradas 82 mortes e o número total de óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia é de 12.530, representando uma letalidade de 1,75%. Dos 714.005 casos confirmados desde o início da pandemia, 680.532 já são considerados recuperados, 20.943 encontram-se ativos e 12.530 tiveram óbito confirmado.

Fonte: BNews






Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond