Pré-candidato, prof. Roney Boaventura faz críticas ao projeto político defendido pelo PSD e aos atuais vereadores de Ruy Barbosa
O jovem Prof. Roney Boaventura de Carvalho é um dos pré-candidatos a vereadores em Ruy Barbosa, pelo partido dos trabalhadores /PT.

O jovem acadêmico em História, pela UNEB, ao anunciar sua pré-candidatura, expôs que: "desde o Golpe de Estado (Impeachment da Presidenta Dilma Rousseff), ocorrido em 2016, Inúmeros direitos foram cassados e violados em um período curto da história brasileira. A elite, mostra seu poder destrutivo com a defesa de um modelo político-econômico pautado na retirada de direitos da classe trabalhadora, direitos trabalhistas, previdenciários, etc. e na propagação em massa de discursos de ódio contra negros, indígenas, mulheres, LGBT’s e outras diversas violências contra o Estado Democrático de Direitos."

Para ele, "o PSD de Otto Alencar, é representante de tal modelo politico, uma vez que a maioria dos parlamentares do partido votaram a favor de projetos como: a PEC. 242, a reforma trabalhista e a previdenciária, que tanto custou aos trabalhadores."

Para o pré-candidato "enquanto cidadãos e cidadãs, temos um papel fundamental no processo de construção de uma sociedade melhor e mais justa.  Isto requer também que sejamos mais atenciosos com o nosso papel enquanto cidadãos, para que não continuemos a reproduzir os mesmos equívocos que nos conduziram a atual conjuntura política brasileira. É o momento de pensarmos sobre que sociedade queremos para a futuro.

O  pré-candidato é também um critico da atuação dos vereadores do município. Para ele, "em geral, falta-lhes autonomia, criticidade e projetos viáveis, que busquem soluções para os problemas existentes dentro da comunidade. O vereador não pode resumir sua atuação em fazer elogios ao excecutivo. Enquanto cidadão, recordo com tristeza de situações como: professores hospitalizados dentro da Câmara de vereadores, projeto de lei votado em caráter de urgência e que 03 vereadores alegaram não ter dito acesso ao conteúdo do projeto e outra mais recente, em que, áudios divulgados em grupos de whatsapp, os vereadores discutiam sobre a distribuição de arroz doce.

Segundo ele, "como integrante do Poder Legislativo Municipal, o vereador tem como função primordial  representar os interesses da população perante o poder público, criar e alterar leis, fiscalizar e cobrar atos da prefeitura, cabendo-lhes a responsabilidade de fiscalizar e propor alternativas para o desenvolvimento pleno do município, realidade que até aqui vem deixado a desejar. Neste sentido, almejamos a construção de um mandato popular, pautado na defesa do Estado Democrático de Direitos.

Nosso objetivo é construir um mandato coletivo, buscando criar instâncias para construir uma maior participação, promovendo a realização de assembleias abertas nos bairros, distritos e povoados, possibilitar que os cidadãos, entidades civis, associações, sindicatos, ongs, participem efetivamente e ajudem na construção de propostas de projetos de leis municipais, com horizonte a construirmos uma plataforma política voltada para todos, para o bem comum e para melhoria das condições de vida de todos os ruybarbosenses."

Ao ser questionado sobre a educação no município, ária em que está a concluir sua formação, ele diz que "precisamos conversar francamente sobre a educação em nosso município.

A aprovação do Fundeb como política pública permanente no primeiro turno da Câmara foi uma grande conquista história. No entanto, não podemos perder de vista que o financiamento é uma das bases para mudanças no sistema nacional de ensino básico, contudo não é a única.

Sobre a realidade municipal, muitas de nossas escolas encontram-se, desde de sempre, sem recursos materiais e humanos, paradas no tempo. Escolas sem coordenação pedagógica, sem bibliotecas, sem laboratórios de informática, sem quadras poliesportivas,  etc.


Em minha análise, há 03 questões fundamentais que se configuram como desafios, a saber:

1. Garantir políticas efetivas de fiscalização e transparência da gestão dos recursos. 
2. Acabar com a intervenção político-partidária na indicação de profissionais da educação. Realização de amplo concurso público.
3. Garantir a formação continuada dos professores municipais.

Perfil de Roney Boaventura no Instagram https://www.instagram.com/roneybdecarvalho/
e Facebook https://www.facebook.com/roney.carvalho.182


Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond