6 dicas para garantir os melhores preços no Dia do Consumidor e não ficar no vermelho

 


*Por Luiz Henrique Garcia, CEO Quite.Já

São Paulo, março de 2020 - No próximo domingo, (15), o mundo celebra oficialmente o Dia do Consumidor. A data, criada em 1962, pelo então presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, tinha originalmente objetivo de servir de reflexão às relações de consumo e ao endividamento. No Brasil, apesar do dia ainda ser pouco conhecido, cada vez mais as empresas têm aproveitado o momento para surfar na onda e trazer ofertas de saldão.

Para se ter uma dimensão, de acordo com uma pesquisa de intenção de compra realizada pela Social Miner, cerca de 53% dos consumidores ouvidos já aproveitaram promoções realizadas na data nos últimos anos. A previsão para este ano é de empolgação e receio por parte dos brasileiros. Ainda segundo o estudo, 54% pretendem comprar, enquanto outros 31% estão indecisos.

Diante desse contexto global de consumo e um cenário envolvendo 63,8 milhões de inadimplentes no Brasil, surge uma questão: como aproveitar o dia do consumidor de maneira saudável, dentro do orçamento e sem entrar no vermelho? Para ajudar com essas questões, eu separei algumas dicas valiosas para aproveitar esse dia. Confira abaixo:

• Na hora da compra, negocie o máximo que puder: informações de preços dos concorrentes podem ser essenciais para que você consiga êxito na negociação nas compras presenciais e no contato direto com o vendedor.

• Use cupons de desconto - verifique produtos que oferecem cupons com descontos. É possível conseguir poupar bastante dinheiro por meio de aplicativos e até o reembolso de uma parte do valor pago. Algumas empresas oferecem preços diferenciados para compras feitas no próprio app;

• Saiba quanto pode gastar: é necessário colocar na ponta do lápis o valor que você pode gastar. Com isso em mãos, separe determinada quantia para as compras;

• Compare os preços: alguns sites podem te ajudar a tomar a decisão mais adequada antes de efetuar qualquer compra. Exemplos: BuscapéZoomBondfaro e JaCotei;

• Deixe para outro momento as grandes compras: grande parte das vezes a gente acaba achando que precisa de um produto e, por isso, saí comprando sem nem consultar a real utilidade.

• Anote os gastos extras: É preciso considerar as despesas extras quando for às compras. Estacionamento de shopping ou supermercado e até mesmo aquele lanchinho para matar a fome precisam ir para a lista de gastos.

Com as rédeas financeiras em mãos, será possível aproveitar a data com otimismo e cuidado, principalmente para não afetar o orçamento doméstico. Porém, é sempre bom lembrar: aqueles que têm dívidas em seu nome que busquem negociar descontos e formas de pagamento desses débitos. Esse é sempre o passo mais importante na busca, inclusive, de melhores condições de compra em um futuro breve.

Com o advento do cadastro positivo, a formação do score é fundamental para que se consiga condições de parcelamento mais vantajosas e, consequentemente, uma economia de seus recursos. O momento é bom para aquecer a economia e satisfazer o desejo do consumidor.

Resultado de imagem para Dia do Consumidor
Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond