Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Mais de 3.300 vigilantes são demitidos de escolas estaduais na Bahia


Mais de 3.300 vigilantes são demitidos de escolas estaduais na Bahia

tv-cdmmf-768x512


O governo do estado, por intermédio da Secretaria da Educação, determinou a demissão de mais de 3.300 vigilantes que tem contrato de prestação de serviço com a empresa MAP, responsável pela vigilância não armada de escolas estaduais situadas em diversas regiões da Bahia.


Com isso, um grupo com cerca de 300 trabalhadores ligados ao Sindicato dos Vigilantes (Sindivigilante) está protestando na frente da Secretaria de Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB) desde às 9h, desta quinta-feira (30). Segundo a Associação Casa do Vigilante, o ato repudia a medida considerada insensível e irreparável do governador Rui Costa.


Veja nota na Integra do Presidente do Sincicato do Vigilantes divulgada na Pagina Oficial da Empresa MAP no Facebook


A direção da MAP comunicou no inicio desta noite à direção do Sindvigilantes que o governo do estado determinou a redução de mais de 3.300 vigilantes das escolas estaduais e unidades da SEC já a partir desta sexta-feira, dia 1º de julho. (Os vigilantes do prédio da SEC testemunharam a situação por lá).



O maldito plano do Governo Rui Costa e do Secretário Walter Pinheiro é retirar a todos os vigilantes das escolas estaduais em cidades com menos de 100.00 habitantes, alem todos da SEC em Salvador, de postos como o IAT e, onde ficar vigilante, não passará de 1 por unidade. Isto, se concretizando, ficará alguns vigilantes apenas em Feira, Camaçari, Itabuna, Juazeiro, Ilhéus, Lauro de Freitas, Jequié, Alagoinhas, Teixeira de Freitas, Barreiras, P. Seguro, Simões Filho, P. Afonso, Eunapolis e Santo Antonio de Jesus. Mas Salvador, mesmo assim numa quantidade bem reduzida, dos mais de 4.000 hoje.


Voltamos novamente á estrada da luta pelos nossos empregos, pela segurança e vida dos filhos dos trabalhadores que frequentam as escolas públicas, dos professores e demais trabalhadores de escolas.


Este é o momento de compromisso, seriedade e responsabilidade de todos. Não tem eleição, candidatos, cor de camisa ou gosto pessoal. O momento é de união de todos. E a resposta ter ser imediata. Por isto, chamamos todos os vigilantes MAP/SEC, quem está de serviço ou de folga para estar na SEC – Centro administrativo, nesta quinta-feira dia 30 as 9h.


Além de sindicalizados, o protesto pacífico conta com a presença de outros trabalhadores e famílias que temem pela demissão dos profissionais.


Em nota, a Associação Casa do Vigilante também repudiou as demissões. “Mesmo alegando cortes financeiros, é notório que a presença desses profissionais nas unidades escolares afugenta a criminalidade, garantindo a segurança de alunos e corpo docente, tornando-se imprescindível a necessidade desse investimento”, justifica.


Segundo o presidente do sindicato que representa a categoria, José Boaventura, não há horário para o fim do protesto. “Ficaremos aqui até a hora que sejamos recebidos pelo secretário Walter Pinheiro ou que tenhamos uma resposta que satisfaça aos trabalhadores. Estamos aqui para pedir a suspensão das demissões”, explicou Boaventura.


Texto: Simões Filho Online