Suspeitos de envolvimento em chacina de ciganos são presos

 Três suspeitos de envolvimento em uma chacina que deixou seis mortos em Jequié, no sudoeste da Bahia, foram presos nesta terça-feira (5). As prisões ocorreram em três municípios do interior do estado e também na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a polícia, as equipes realizaram buscas em Alagoinhas, Maetinga, Feira de Santana e Camaçari.

De acordo com a Polícia Civil, também são cumpridos mandados de busca e apreensão contra os envolvidos no crime, que ocorreu em outubro de 2023. Entre as vítimas estavam um idoso, uma mulher grávida e uma criança de 5 anos.

Desde o início das investigações, cinco armas foram apreendidas no cumprimento de mandados de busca – e, conforme apurado, uma delas foi utilizada na chacina.

Ainda de acordo com a polícia, mais de 50 policiais civis participam da ação, intitulada de "Operação Hera", deflagrada pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin), por meio da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Jequié).

Também participam equipes das Coordenações de Apoio Técnico a Investigação (Cati/Sede-Depin, Norte, Central e Sudoeste), da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), e do Departamento de Inteligência Policial (DIP). A Operação Hera também tem o apoio da Polícia Militar.

As vítimas foram identificadas como:


Natiele Andrade de Cabral, de 22 anos (grávida de nove meses);

Laiane Andrade Barreto, 5 anos;

Elismar Cabral Barreto, de 23 anos;

Sulivan Cabral Barreto, de 35 anos;

Maiane Cabral Gomes, de 45 anos;

Lindinoval de Almeida Cabral, de 66 anos.

Fonte: G1 BA



Compartilhar no WhatsApp

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Laudo confirma que a professora Raquel Teixeira foi atropelada na BA-046, em Ruy Barbosa

Oposição de Ruy Barbosa começa a se formar para disputar eleições municipais