Familiares e amigos organizam protesto por justiça pela morte de professora em Ruy Barbosa

Familiares e amigos da Professora   Raquel Teixeira, morta no último sábado, 16/03, em  Ruy Barbosa, BA, prometem ir às ruas no domingo, dia 24 de março/2024, pedir justiça pela morte da professora na referida cidade.  Os moradores pedem justiça na apuração da morte.

O mistério em torno da morte da Professora Raquel segue para o 5º dia, mesmo período de investigação e ainda como uma incógnita para familiares, amigos e sociedade.  Raquel Teixeira da Silva, de 27 anos, morreu na noite de sábado (16), no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) em Feira de Santana, após complicações de saúde.

A Professora que trabalhava na escola privada Bem-me-quer, na cidade de Ruy Barbosa, foi encontrada desacordada e com diversos ferimentos, aparentemente atropelada na rodovia BA-046, próximo o aeroporto após sair de um sítio onde acontecia um aniversário. 

Raquel foi socorrida para o Hospital de Ruy Barbosa por pessoas que estavam no aniversário e transferida para o  Hospital Geral Clériston Andrade. Após seu falecimento, o site local Acorda Cidade publicou uma nota afirmando que uma suposta necropsia apontaria que a Professora Raquel Teixeira tinha sido espancada.



Compartilhar no WhatsApp

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Laudo confirma que a professora Raquel Teixeira foi atropelada na BA-046, em Ruy Barbosa

Oposição de Ruy Barbosa começa a se formar para disputar eleições municipais