Justiça Eleitoral rejeita por unanimidade recursos contra mandato do prefeito Ricardo Mascarenhas em Itaberaba

Pelo placar de 7x0, a corte rejeitou por unanimidade os recursos do processo contra o manato do prefeito 

O grupo político do prefeito Ricardo Mascarenhas e do vice-prefeito Davi dos Anjos comemorou nesta terça-feira mais uma vitória na Justiça Eleitoral nos processos movidos por João Filho, candidato derrotado nas urnas em 2020. 

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral, alegava uso do Programa Verde e Amarelo do Governo Federal, durante a campanha eleitoral para realizar cadastro de eleitores e argumentava ainda que o candidato à reeleição tentou com isso obter vantagem na disputa eleitoral, mas as acusações foram rejeitadas por unanimidade pelo tribunal da Corte Eleitoral

Segundo os desembargadores, o processo não possuía elementos necessários para ser caracterizado como indícios de prática de crimes previstos na legislação eleitoral. Os desembargadores seguiram o voto do relator do processo, Pedro Godinho, que julgou improcedente o recurso do candidato derrotado.

O prefeito Ricardo Mascarenhas afirmou que manteve a tranquilidade durante os três anos de espera e que o resultado só provam mais uma vez que o trabalho deve continuar. O chefe do executivo municipal disse ainda que, não adianta os adversários tentarem tirar o mandato que foi aprovado e renovado pelo povo de Itaberaba e que os perdedores precisam aceitar a derrota.

“Nós assumimos o desafio da gestão pública para fazer o bem e ajudar a quem precisa. Estou nessa missão como prefeito de minha terra há quase 7 anos”, publicou o prefeito em suas redes sociais.

Por fim, Ricardo Mascarenhas e Davi dos Anjos agradeceram o apoio e a confiança do povo e anunciaram que em 2024 Itaberaba vai receber mais investimentos para continuar desenvolvendo a cidade. Com informações:  Charles Gean Oliveira - Jornalista

Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Duas pessoas morrem após serem atropeladas na Vila Nova, em Ruy Barbosa

Escritório de contabilidade desaba no Centro de Ruy Barbosa