Polícia Civil de Feira de Santana investiga morte de jovem em jogo conhecido como 'roleta russa'

A Polícia Civil de Feira de Santana segue investigando o crime que vitimou Jean dos Santos, de 18 anos, por volta de de meia-noite de segunda-feira (16) no bairro Campo Limpo. As primeiras investigações apontam que o jovem estava na companhia de mais dois amigos, quando iniciaram a “brincadeira” chamada “roleta russa”.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado titular da Delegacia de Homicídios (DH), Gustavo Coutinho, informou que tanto a arma, quanto os jovens, ainda não foram encontrados.

“Tivemos este acontecimento trágico, a vítima Jean dos Santos de apenas 18 anos estava na companhia de outros dois amigos no bairro Campo Limpo, quando de repente na brincadeira Roleta Russa, acabou disparando um tiro contra ele mesmo. Quem fez o levantamento cadavérico foi a doutora Ludmila, que estava no Plantão Regional, mas o que aparenta ser, é que tenha sido um crime acidental”, informou.

Ainda segundo o delegado, o crime ficará sob a responsabilidade da 2ª Delegacia. “Ainda é uma morte a esclarecer, não foi confirmado o homicídio, a arma não foi encontrada, assim como os dois amigos que não se encontravam mais no local. A partir deste momento, a 2ª Delegacia vai começar a ouvir os parentes, amigos e populares para saber o que realmente aconteceu”, disse.


Crime no bairro Jardim Cruzeiro

Ao Acorda Cidade, o delegado Gustavo Coutinho informou que a DH segue com as investigações, para identificar se a vítima tinha envolvimento com o mundo do crime.

“Este foi um homicídio que aconteceu já na madrugada da sexta para o sábado, cuja vítima foi o Pablo Robson Matias da Silva, 28 anos, ele não era do local. O que nós sabemos é que indivíduos armados utilizando uma pistola 9mm, efetuaram diversos disparos. No local, 8 cápsulas foram encontradas. A DH segue investigando esse fato, o que realmente provocou este crime, saber se ele tinha passagens e no decorrer desta semana, iremos obter mais informações”, declarou.

O titular da DH informou que houve uma redução de 50% dos crimes no mesmo período, em comparação ao ano de 2022. Segundo Gustavo Coutinho, isso é resultado das operações que estão acontecendo na cidade.

“São 12 mortes dentro de 15 dias, e fazendo um comparativo com o mesmo período do ano de 2022, foram 23 homicídios, então é uma redução de mais de 50%. Acredito que seja por conta das operações decorrentes das prisões que foram realizadas durante estes primeiros 15 dias do mês”, concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade





Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Homem é levado pela correnteza na barragem do açude de Ruy Barbosa

Corpo é encontrado ao lado de moto em rodovia que liga Itaberaba a Ipirá. Vítima é do Distrito de Santa Clara, município de Ruy Barbosa

Estabelecimentos comerciais são arrombados nesta madrugada em Ruy Barbosa: Polícia Militar apreende adolescente, porém é liberado em seguida pela delegacia de Itaberaba