Caso Rafael Porto: Agressão não foi motivado por homofobia e polícia têm três suspeitos

O caso Rafael Porto repercutiu na mídia baiana após sua mãe denunciar no site Ruy Barbosa Notícias as agressões sofridas pelo seu filho na última sexta-feira(11) na cidade de Ruy Barbosa. 

Rafael de 21 anos de idade estava retornando para casa quando foi surpreendido por um homem de moto. Ele foi agredido e teve o celular roubado. O jovem sofreu escoriações por todo corpo, principalmente nos dentes e no rosto, onde ficou desfigurado.

Em contato com a polícia, o site Ruy Barbosa Notícias obteve informações exclusivas das agressões contra Rafael. De acordo com a Delegada titular Dr.ª Cláudia Bensabath, a Polícia Civil manteve contato com a família da vítima, iniciando as investigações nesta segunda-feira (14) chegando à três  suspeitos que são procurados. A polícia descarta   crime de homofobia.

Rafael Porto foi transferido para o Hospital Cleriston Andrade em Feira de Santana e realizou exames e passou por cirurgia no rosto. Amigos de Rafael realizaram protesto pelas ruas da cidade e foram atendidos na delegacia.   Até o momento nenhum suspeito foi preso. (Relembre o caso)





Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Homem é levado pela correnteza na barragem do açude de Ruy Barbosa

Escritório de contabilidade desaba no Centro de Ruy Barbosa