Quintais produtivos geram alimentos saudáveis para o PNAE em Mundo Novo


Sabe aquela produção agroecológica e sustentável que vem dos quintais das casas para as mesas de baianos e baianas? Essa é a estratégia dos quintais produtivos espalhados por todo o estado, resultado dos investimentos do Governo do Estado na agricultura familiar baiana, que está alimentando cada vez mais famílias como as do município de Mundo Novo, no Piemonte do Paraguaçu. 

Por lá, foram destinados R$ 74,7 mil para a criação de galinhas caipiras e hortaliças, com equipamentos para a construção de galinheiros e quintais, além da distribuição de pintos, insumos produtivos e assistência técnica e extensão rural (Ater) prestada pelo Instituto Agrovida, contratado para atuar nesse serviço pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).  

Essa produção, em especial das hortaliças, está sendo entregue para o Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do município de Mundo Novo, fortalecendo a alimentação de centenas de crianças e adolescentes da região.  

Além de garantir alimentos saudáveis nas escolas, a produção promove a melhoria na renda das famílias da Sociedade Comunitária do Povoado de Umbuzeiro, beneficiada por meio do projeto da CAR, Bahia Produtiva.  

A agricultora Maria Vanda Alves conta o que mudou na sua vida após o projeto. “A minha vida mudou muito. Estou produzindo hortaliças e vendo toda a minha produção, tanto para o PNAE quanto de porta em porta. Aprendi o manejo e o plantio no tempo correto e hoje consigo, aproximadamente, R$ 1.200,00 por mês vendendo os produtos. A produção de ovos aumentou e o peso dos frangos também”, celebra. 

O presidente da Associação, Noelson Rufino, comemora a parceria com o município pelo PNAE. “A gente produz bastante coisa e entrega para o PNAE, semanalmente, de acordo com o pedido do nutricionista da Prefeitura. É uma renda a mais nas nossas vidas, porque além do nosso consumo próprio, a gente tem a oportunidade de comercializar o excedente”, comentou. 

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial. 




Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Rui-barbosense explica como tirar empréstimo sendo beneficiário do Auxílio Brasil (Bolsa Família)

Homem natural de Macajuba é executado em Feira de Santana