Investimentos do município via Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente em grupos de leite geram expectativa para faturamento de R$ 1.000.000,00 anual


No ano de 2022 os dois primeiros grupos de leite apoiado pelo município faturaram mais de R$ 700.000,00 no ano e a previsão para este ano com o incremento do grupo do Humaitá e Pilar, é passar de R$ 1.000.000,000 anual . 

Outra estratégia que a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente utilizou é a contratação de um técnico nas localidades em cada grupo e que estão ligados às Associações Rurais. Este modelo vêm dando certo e com perspectivas de crescimento, também o apoio e a sensibilidade do prefeito Cláudio Serrada. Estão envolvidas nesse projeto da Bacia Leiteira, são 50 famílias onde os três grupos receberam implementos agrícolas, insumos e capacitações.

Em conversa com o Secretário Artur Francelino, o mesmo destacou o papel da gestão municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, são três grupos de leite apoiados pelo município, o primeiro na região de Cana Brava, Colobró, Colibri e Horizonte, Assentamento do Poço Longe e agora recente Humaitá e o Pilar.




Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Duas pessoas morrem após serem atropeladas na Vila Nova, em Ruy Barbosa

Escritório de contabilidade desaba no Centro de Ruy Barbosa