Exposição de arte denuncia queimadas na Chapada Diamantina

 O artista visual Mateus Morbeck percorreu mais de 50 localidades do estado para relatar catástrofes ambientais. Unindo arte e denúncia, Mateus realiza sua exposição “É tudo depois”, que será aberta no dia 26 de novembro, às 16h, e seguirá até o dia 17 de dezembro, na A Galeria, no Ativa Atelier Livre, no Rio Vermelho.

A exposição é formada por cinco obras, entre fotografias e instalações com materiais coletados nas regiões das catástrofes ambientais. Três trabalhos foram produzidos a partir das queimadas no Parque Nacional da Chapada Diamantina.

A mostra possui ainda dois trabalhos realizados a partir do derramamento de óleo no litoral nordestino. “Nem tudo é mar” é uma monotipia produzida a partir da submersão de tecidos nas águas contaminadas com petróleo cru. Meia água é outra monotipia também obtida a partir desubmersão nos locais contaminados pelo óleo, mas tendo o papel para aquarela como suporte.

Fonte: A Tarde



Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Duas pessoas morrem após serem atropeladas na Vila Nova, em Ruy Barbosa

Escritório de contabilidade desaba no Centro de Ruy Barbosa