'Me emocionei', diz mãe que descobriu que filho era menino após parto em Itaberaba; exames apontaram sexo feminino

 



Um casal se surpreendeu após esperar por nove meses o nascimento da primeira filha, Maria Cecília, e descobrir que quem chegou ao mundo foi Gustavo. O caso aconteceu em Itaberaba, cidade da região da Chapada Diamantina.

Dois dos quatro exames de ultrassom feitos na técnica de enfermagem Caroline Lima Bacelar, de 32 anos, durante a gestação, apontaram que o bebê do casal, seria do sexo feminino. Os outros dois, deram inconclusivos.

“Eu fiz quatro ultrassons, a primeira não deu para ver e a última também não, mas as duas do meio deu como menina”, contou Caroline Bacelar.

Com a certeza de que seria mãe de uma menina, a baiana e o marido, o mecânico de motocicletas Ivã Almeida do Rosário Júnior, de 29 anos, compraram o enxoval inteiro para o bebê, que teve o nome Maria Cecília escolhido pelos pais.

“Quando a ultrassom deu que era menina, compramos tudo rosa, muita coisa que a gente até poderia ter trocado, mas eu já tinha lavado antes, tirado etiqueta, então ficou impossível fazer as trocas. Nós deixamos tudo arrumado”, conta.

Gustavo Bacelar de Rosário nasceu na noite do dia 16 de setembro, no Hospital Geral de Itaberaba. Os pais do pequeno contaram como receberam a notícia da "troca do sexo". O sonho de Ivã Júnior era ser pai de um menino. Quando menos esperava, realizou e, segundo ele, ao saber da notícia, acordou o hospital inteiro.

“Rapaz, foi algo inexplicável, eu acordei o hospital todo", contou o mecânico de motocicletas.

Com mais um integrante na família, os pais de Gustavo dizem que estão se acostumando com a ideia do nascimento do filho, em vez da esperada Maria Cecília.

Fonte: G1

Postagem Anterior Próxima Postagem