Óvnis vistos nos EUA agem de modo que leis da física não explicam

O aguardado relatório do Departamento de Defesa dos Estados Unidos a respeito de óvnis (objetos voadores não identificados) tem decepcionado uma parcela da comunidade que acompanha esses fenômenos por não trazer respostas conclusivas.

Divulgado em 25 de junho, o parecer preliminar do Pentágono traz conclusões parciais de um estudo com 144 óvnis avistados por integrantes das Forças Armadas do país desde 2004. O relatório afirma que só 1 dos 144 casos tem explicação. O documento diz ainda que não há indícios de que os objetos voadores sejam extraterrestres, mas não descarta essa possibilidade.

"É um relatório decepcionante. Muitos suspeitamos que há mais acontecendo do que estamos a par", disse à BBC Madhu Thangavelu, especialista em design de projetos espaciais da Escola de Arquitetura da Universidade do Sul da Califórnia. "Esses objetos não são alucinações de nossos pilotos profissionais, que são treinados para observar."

Embora ressalte que é muito difícil saber se esses objetos são, de fato, extraterrestres, o que chama a atenção dos cientistas é que eles se comportam de modo inexplicável segundo a física, da forma como nós, humanos, a entendemos e aplicamos.

"Eles (objetos) mostram dinâmicas de voo e física que não compreendemos, que não usamos em nossas tecnologias", afirma o especialista.



Postagem Anterior Próxima Postagem
Instagram Siga o Ruy Barbosa Notícias no Instagram

correspond