Feira de Santana recebe cerca de R$ 100 milhões de investimento na saúde




O Governo do Estado inaugurou em maio de 2018 a Policlínica Regional de Feira de Santana. O equipamento atende a 27 municípios do Consórcio Interfederativo de Saúde Portal do Sertão em 18 especialidades para cerca de 800 mil pessoas. Foram investidos na unidade R$ 26,7 milhões, distribuídos entre a construção civil e os equipamentos. A criação das policlínicas representa um marco histórico na saúde publica da Bahia, um passo importante para a regionalização e desenvolvimento da saúde para os baianos. 

 Também em Feira de Santana, o Governo do Estado investiu R$ 4,3 milhões na construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Inaugurada em setembro de 2016, o equipamento tem capacidade de atender 450 pacientes por dia. A estrutura funciona 24 horas, sete dias por semana, e amplia o acesso de pacientes aos serviços de urgência e emergência na região. Outro importante investimento para o município foi a construção de uma ala de maternidade no Hospital Estadual da Criança (HEC), inaugurada em dezembro de 2017. 

Apenas em equipamentos foram aplicados quase R$ 4 milhões. Já as obras foram feitas com recursos da ordem de R$ 3,5 milhões e garantiram a implantação de mais de cem novos leitos, sendo 30 de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 28 de Cuidados Intermediários (UCI). Os novos leitos representam um aumento de 67,5% na capacidade do HEC, que passa a contar com 258 leitos, no total. A nova unidade ainda conta com salas de cirurgia obstétrica e é capaz de realizar partos de alto risco. 

Em Feira de Santana ainda foi feito o maior investimento em saúde já realizado no interior da Bahia. O Hospital Geral Clériston Andrade 2 foi entregue à população em julho de 2020. Instalado em uma área de 25 mil metros quadrados, o HGCA 2 contou com um investimento de R$ 60 milhões. O hospital foi projetado para atender a segunda maior cidade do estado e ainda absorver a demanda dos municípios do entorno. 

Em setembro de 2018, o Governo do Estado já havia entregado a nova Emergência do Hospital Clériston Andrade com uma nova sala de procedimento invasivo; uma sala de emergência adulta com sete leitos; uma sala de estabilização com 16 leitos; uma sala de sutura e curativo, sete salas de exames diferenciados, de ortopedia e pediatria; um quarto de isolamento adulto, uma sala coletiva de observação adulta com 35 leitos; uma sala de ortotrauma com 16 leitos, e dois postos de enfermagem. 

 O conjunto formado pela Policlínica Regional, a UPA, a nova emergência, a maternidade regional e o Hospital Geral Clériston Andrade 2 formam o maior complexo de saúde do interior da Bahia. Juntas, as obras superam R$ 100 milhões em investimento. Para fortalecer o sistema de saúde no atendimento à população, Feira de Santana ainda recebeu novas ambulâncias.
Compartilhar no WhatsApp

Postagens mais visitadas deste blog

Duas pessoas morrem após serem atropeladas na Vila Nova, em Ruy Barbosa

Escritório de contabilidade desaba no Centro de Ruy Barbosa