Serra do Orobó é destaque no relatório anual do Greenpeace Brasil
Em Maio de 2019 o ambientalista Rui-barbosense Vitor Pires criou uma campanha no Bugio para colher assinaturas contra atividades de mineração que podem contaminar as águas e mananciais e prejudicar a fauna e flora de toda a região da Serra do Orobó.

O Bugio é uma plataforma de campanhas ambientais locais, para que qualquer pessoa se torne um agente de transformação na sua rua, escola, bairro ou mesmo cidade. Em 2019, foram mais de 200 campanhas criadas, que coletaram ao todo mais de 130.000 assinaturas. Uma taxa de conversão de 89,58% (161% maior que no ano passado).

A campanha pela proteção da Serra do Orobó (BA) conseguiu uma vitória e segue protegida da mineração. “Queremos agradecer a todos que participaram, assinaram, compartilharam e de uma forma ou de outra abraçaram a causa!”, diz Vitor Pires de Oliveira

Durante 4 meses foram 1.685 assinatura, onde foi entregue para o Promotor Ambiental Regional Dr. Thiego. A Serra do Orobó corre risco de um desastre ambiental irreversível pelas atividades de mineração da empresa Rica Mina LTDA. 

A Serra é uma Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE), área protegida por suas características naturais singulares ou por abrigar exemplares raros da fauna e flora de uma região, e assim deve permanecer.
.



Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond