Luciano Hang é alvo da Polícia Federal em operação contra fake news
O empresário brusquense dono da Havan, Luciano Hang, foi alvo de uma operação da Polícia Federal que apura notícias falsas, durante a manhã desta quarta-feira (27).

Conforme informou o site G1, além do brusquense, vários outros aliados do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foram "visitados" pelos agentes. Dentre eles o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), o blogueiro Allan dos Santos, a ativista anti aborto Sara Winter, o humorista Ney Bianchi e o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB).

Os mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo e em Santa Catarina. No caso de Hang, as buscas foram realizadas em sua residência, em Brusque.

A operação que apura a divulgação de fake news, ofensas e ameaças a honra do Supremo Tribunal Federal (STF), tramita em sigilo e tem 29 mandados de busca e apreensão. As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito.


Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond