Açude de Ruy Barbosa é reformado, porém risco remoto de explosão existe. Entenda;
O açude Vilobaldo Alencar, no município de Ruy Barbosa estava em uma situação crítica, a associação da AAPV, se articulou para salvar o açude. O paredão que sustentava o lado direito do local de escoamento da água, tinha caído na última enchente do ano de 2015. Depois da reforma em 2019 a situação mudou, foram investidos pelo Governo do Estado R$ 850 mil reais para realização da reforma do açude.

Na época a associação buscou diversos órgãos públicos para tentar solucionar problema, sem sucesso. Foi quando após matérias no site Ruy Barbosa Notícias a associação ganhou visibilidade,  momento este que recebeu visita de um engenheiro da CERB, onde  realizou uma análise e logo após iniciaram as obras com uma empresa terceirizada do Estado.

A empresa foi contratada para reformar o paredão e tentar diminuir o sangramento que estava tendo por baixo do escoamento d'água. O único serviço não realizado foi "desentupir" a comporta para a remoção de lama e sujeiras do fundo do açude.

Riscos

O açude de Ruy Barbosa tem uma grande concentração de enxofre, Esse gás está preso, corre riscos até de ter uma explosão. Porém sem motivos para pânico, são chances remotas de acontecer. A comporta que limpa o fundo do açude está entupido, retendo o enxofre, que é um gás que se demorar muito pode causar explosão, que é uma coisa natural da natureza. 

Por a barragem ter sido construída em cima de um lajedo, dificulta ser concertado 100% o vazamento que existe, mas isso não é um caso de preocupação, caso haja sempre uma manutenção de rotina.

Foto: Toinho VaptVupt



Foto: Toinho VaptVupt

Foto: Toinho VaptVupt



Postagem Anterior Próxima Postagem

correspond