Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Reforma da Previdência faz a procura por previdência privada crescer


Reforma da Previdência faz a procura por previdência privada crescer

Em meio à discussão sobre a reforma da previdência, cada vez mais brasileiros recorrem aos planos privados, de olho na aposentadoria. Hoje mais de 12 milhões de brasileiros têm planos de previdência privada.
Segundo a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), o setor fechou outubro de 2017 com R$ 752,22 bilhões em ativos administrados, volume 18,94% superior aos R$ 632,42 bilhões registrados em outubro de 2016.

O que é previdência privada
A previdência privada é uma aposentadoria que não está ligada ao sistema do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela é complementar à previdência pública. Todo setor de previdência privada é fiscalizado pela Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão do governo federal.

Qual a diferença em relação à Previdência Social?
Nos planos de previdência privada, é possível escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela será feita. Uma pessoa pode contribuir com R$ 100 uma vez por ano, por exemplo. É claro que o valor que receberá quando começar a fazer uso dessa previdência será proporcional ao que contribuiu.

Além disso, o valor investido em um plano de previdência privada pode ser resgatado pela pessoa se ela desistir do plano. No momento em que é escolhido um plano, é importante estar atento à forma de cobrança de de impostos. Independentemente do plano, existe a opção por duas formas de tributação. Uma delas é a tabela regressiva, que favorece o resgate do dinheiro de uma só vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário