Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Mesmo com proposta de acordo apresentada pelo governo, protestos de caminhoneiros entram no 5º dia na Bahia


Mesmo com proposta de acordo apresentada pelo governo, protestos de caminhoneiros entram no 5º dia na Bahia


Mesmo com proposta de acordo anunciada pelo governo, na última quinta-feira (24), protestos de caminhoneiros são registradas na Bahia, nesta sexta-feira (25), quinto dia de mobilização nacional da categoria contra a alta do diesel.

Na BR-324, em Salvador, há bloqueio parcial da via, nos dois sentidos, na altura do Km-541, em Salvador. Os manifestantes ocupam o acostamento e uma faixa da pista. Apenas caminhões e carretas são parados. O trânsito flui com lentidão no local.

Na mesma rodovia, na altura do Km-600, trecho de Simões Filho, há outro ponto de protesto. Os carros estão no acostamento e apenas veículos de carga são impedidos de prosseguir viagem. No km-542, em Amélia Rodrigues, a situação é a mesma.

Na BA-526, conhecida como Cia-Aeroporto, na região metropolitana de Salvador, também há protesto de caminhoneiros, na altura do Km-12. Apenas caminhões e carretas estão sendo parados. O mesmo ocorre na BA-535, conhecida como Via parafuso, também na região metropolitana de Salvador. Na rodovia, há ponto de protesto no Km-10. Já na BA-093, há protestos nos trechos do Km-1 e Km-34. Os manifestantes fazem bloqueio parcial da via, nos dois sentidos, permitindo a passagem apenas de veículos leves.

Diversos pontos de manifestação são registrados na BR-116, em várias cidades baianas. Todas operando da mesma forma: caminhões estacionados nos acostamentos e em postos de combustíveis próximos, e caminhoneiros impedindo a passagem de carretas e caminhões.

As manifestaçãoes na BR-116 são registradas no Km-459, na cidade de Santo Estevão; Km-517 e Km-521, em Itatim; Km-539, no município de Milagres; Km-672, na cidade de Jequié; Km-709, em Manoel Vitorino, Km-759, na cidade de Poções; Km-814, Km-817 e Km-835, em Vitória da Conquista; e no Km-421, em feira de Santana.

Protestos são registrados também em trechos da BR-407. Em Senhor do Bonfim, na altura do Km-131, há interdição parcial de pista. Apenas veículos de passeio e ônibus estão conseguindo passar pelo bloqueio. Em Capim Grosso, a altura do Km-230, os manifestantes colocaram objetos na pista que funcionam como obstáculos, para que os motoristas diminuam a velocidade. Caminhões de carga não estão podendo passar.

Fonte: G1 Bahia