Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Estudantes da UNOPAR realizam ação de Responsabilidade Social em Itaberaba


Estudantes da UNOPAR realizam ação de Responsabilidade Social em Itaberaba

Aconteceu, na manhã deste sábado (23), o Dia da Responsabilidade Social, um evento organizado pelos alunos dos cursos de Serviço Social, Administração de Empresas e Educação Física da Universidade Norte do Paraná (UNOPAR), Polo Itaberaba, sob a orientação das tutoras Lanna Rodrigues Ramos e Jaila Brito Silva, com o apoio da Prefeitura de Itaberaba e do comércio local.
Com o tema Responsabilidade Social: um compromisso de todos, o encontro fez parte da “Campanha da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular”, uma iniciativa da Associação Brasileira de Mantenedores do Ensino Superior (ABMES), com objetivo de estimular as Instituições Particulares a desenvolverem a prestação de serviços para a comunidade.
Participaram do encontro, realizado na Praça Josenildo Miguel de Brito (Praça do Coqueiro), o prefeito Ricardo Mascarenhas, a vice-prefeita Maria José Novais, os secretários municipais de Comunicação e Informação Social, Lucas Hayne, e de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Evandro Novaes, além de João Jesus (João da Capina), coordenador da equipe de profissionais Garis do município para os quais a ação foi voltada. O vereador Fredson de Oliveira (Fel de Cacai) participou, representando a Câmara de Vereadores.
Também participaram do evento, a diretora Geral da UNOPAR, Alessandra Gondim, a coordenadora Pedagógica da Instituição, Valdeci Santana, e o Capitão PM Nelmir Franklin, representando o comando do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM), na pessoa de seu comandante, o Tenente Coronel PM Issa que, na oportunidade, ofertou uma medalha de mérito para condecorar o profissional gari com mais anos de profissão.

Várias ações neste dia
A programação deste sábado contou com diversas atividades, como apresentações teatrais, concurso de dança e desfile. As turmas de 5º e 6º semestres, do curso de Serviço Social, e do 1º e 2º, do curso de Administração, apresentaram peças teatrais abordando questões relacionadas com a violência contra a mulher e educação financeira.
A turma de Serviço Social apresentou a peça: “Meu nome é Maria, Meu Sobrenome é Mulher”; e a de Administração: “Descontrolados Aqui Não”. Além disso, também foram realizadas atividades físicas, como: alongamentos e exercícios aeróbicos orientados pela turma de 1º semestre do curso de Educação Física da UNOPAR.

Nosso Gari é Show
A medalha, ofertada pelo 11º BPM, foi ganha pela senhora Edelzuíta Silva dos Santos (53), profissional gari com mais de 20 anos de serviços prestados ao município. “Foi muito bom participar e ganhar a medalha. Eu me senti lá em cima. A gente foi tão bem tratada por todos”, comentou a bem humorada senhora.
Segundo ela, o prefeito Ricardo Mascarenhas está de parabéns porque tem cuidado dos profissionais garis com muito respeito. “A gente trabalha no sol todo dia e agora, com essa roupa bonita, a gente tá protegida do calor. O prefeito disse que vai dar protetor solar pra gente passar e não ficar doente. Então, hoje, a gente sabe que tem alguém que cuida da gente”, destacou dona Edelzuíta.
Presente no evento, o prefeito Ricardo Mascarenhas parabenizou a UNOPAR e aos alunos pela iniciativa, lembrando que o Governo Cidade de Todos tem o compromisso e a responsabilidade de cuidar das pessoas, melhorando sua qualidade de vida. “Nós colocamos, como prioridade de nossa gestão, o cuidado com as pessoas que mais precisam”, disse o gestor.
Ele lembrou ainda o cuidado que gestão teve na escolha dos uniformes dos profissionais garis. “Sei a dificuldade que é trabalhar sob o sol escaldante de nossa região semiárida, por isso determinei ao secretário Evandro que buscasse uma solução que melhorasse as condições de trabalho desses profissionais. A solução que nós encontramos foi usar uma malhar com fator de proteção contra os nocivos raios ultravioleta”, ponderou o prefeito.
Para a tutora Lanna Rodrigues Ramos, a ação é importante para a cidade porque mobiliza questões sociais, econômicas e de saúde pública que devem ser mais debatidas pela sociedade. “Esta ação é importante porque faz circular temas que devem ser enfrentado por todos na sociedade e, por outro lado, também mobiliza nosso alunos para a prática do que é aprendido teoricamente. Isso acaba por integrar a escola e a sociedade na busca de um bem comum a todos”, disse a professora.
Fonte: Ascom Itaberaba