Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Ministérios são incendiados e depredados; governo evacua todos os prédios da Esplanada


Ministérios são incendiados e depredados; governo evacua todos os prédios da Esplanada



Todos os prédios da Esplanada dos Ministérios, em Brasília, foram evacuados na tarde desta quarta-feira (24) após os manifestantes colocarem fogo nos ministérios da Agricultura, da Cultura e da Fazenda. Ao menos mais dois prédios foram depredados. Os funcionários dos ministérios foram retirados dos prédios pelas saídas dos fundos. O Palácio do Planalto está cercado pelo Exército.

Um grupo de cerca de 50 pessoas usando máscaras no rosto promoveu um quebra-quebra em meio à manifestação contra o governo do presidente Michel Temer. Por volta das 16h, os manifestantes começaram a se dispersar em frente ao gramado do Congresso Nacional em direção ao estádio Manoel Garrincha, que fica a cerca de 5 km da Esplanada dos Ministérios. Carros de som também foram retirados. Às 16h45, ainda havia confronto e confusão em frente aos ministérios.




O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que o presidente da República, Michel Temer, decretou ação de garantia de lei e da ordem em Brasília. Tropas federais já se encontram no Palácio do Planalto e no Palácio do Itamaraty, disse o ministro. "Servidores se encontram aterrorizados", afirmou Jungmann, durante pronunciamento.

O grupo destruiu persianas e vidraças de ministérios, entre eles o da Integração Nacional, o do Trabalho e o da Agricultura. Este último havia sido cercado por tapumes, mas, mesmo assim, teve os vidros quebrados. Também foram depredados paradas de ônibus, placas de trânsito, orelhões, holofotes que iluminam os letreiros dos ministérios e até banheiros químicos que haviam sido instalados para a manifestação. Funcionários do Ministério da Cultura relataram que os manifestantes botaram fogo na biblioteca do prédio, além de sacar documentos e espalhá-los.

Um manifestante foi ferido gravemente e perdeu parte da mão, segundo apurou reportagem do UOL. Outro manifestante foi ferido a bala. Segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública do DF, cerca de 35 mil manifestantes estão na Esplanada. Parte deles tentou invadir o perímetro de segurança restrito próximo ao Palácio da Justiça, mas foi contido pela PM.

A confusão começou quando os manifestantes tentaram furar uma barreira feita pela polícia para se aproximar do Congresso. A todo momento, grupos de policiais tentam dispersar manifestantes, que estão espalhados pela Esplanada dos Ministérios. Vários atiram pedaços de pau e pedras em direção aos policiais, enquanto os trios elétricos das centrais sindicais estão praticamente no meio do fogo cruzado.

Enquanto isso, do lado de dentro do Congresso, deputados de oposição ao governo federal ocuparam a Mesa Diretora da Câmara em protesto contra o presidente Michel Temer (PMDB) e pediram o encerramento dos trabalhos na Casa. Vice-presidente da Câmara, André Fufuca (PP-MA), suspendeu a sessão por dez minutos depois de uma confusão.

Fonte: Uol Notícias