Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Quatro pessoas são presas acusadas de matar homem em Macajuba


Quatro pessoas são presas acusadas de matar homem em Macajuba

A Polícia Militar recebeu a informação nesta terça-feira, 20 de dezembro de 2016, por volta das 09 horas da manhã, que um corpo encontrava-se sem sinais vitais em um quintal de um imóvel na rua do Açude, em Macajuba.


A delegacia foi informada do fato. Uma equipe da polícia compareceu no local, constatou o fato. Inicialmente, vizinhos davam informação de que em verdade ocorrera um acidente, pois, a vítima tentou pular um muro alto, não conseguiu, caiu do mesmo e, por conseguinte veio a óbito.


O IPC Geraldo e o Agente Público Anastácio, juntos com o CB PM Ronivon e CB PM Gleidson começaram uma investigação e descobriram que a vítima havia passado a noite em companhia dos acusados Júlio Araújo da silva, Ester do Nascimento, Leandro Correia Macedo e Thais Silva de Jesus.


A polícia fez busca para encontrar o casal Leandro e Thais e Júlio e Ester, os quais foram encontrados na localidade de Vila Santa, município de Macajuba, onde Leandro e Thais estavam comunicando a morte de Juliandro (Jubinha), ao casal Júlio e Ester e todos se preparando para fugir.


Os envolvidos foram conduzidos à unidade de polícia e resolveram confessar o crime. Contaram que passaram a noite bebendo e jogando cartas, em certo momento Júlio e Leandro saíram para comprar mais bebida. Na volta, Júlio e Leandro perceberam que Jubinha estava interessado nas mulheres, sendo que Leandro e Júlio queriam forçar Jubinha a comer uma pimenta , mas ele se recusou.


Leandro e Júlio esfregaram a pimenta no rosto de Jubinha e pegaram uma faca para matá-lo, diziam "sangra logo", mas foram contidos por Ester e Thais, contudo, todos resolveram espancar a vítima com chutes, pontapés, pedaços de madeira.


Juliandro (Jubinha) ficou caído e em certo momento, conseguiu levantar cambaleando, saiu correndo para o fundo da casa e na tentativa de pular o muro, caiu e foi a óbito.


Os envolvidos ainda ouviram o grito da vítima, mas negaram-se a dar socorro ou informar o fato ao hospital local ou a polícia.


Foi lavrado o flagrante, registrada a ocorrência 338.2016,acionado o DPT e feito levantamento cadavérico com pedido de pericia médica.


Fonte: Delegado Dr. Almir Goes.


VANDO TRANSPORTES

VANDO TRANSPORTES