Ruy Barbosa Notícias | O Portal de Notícias da Cidade!: Marivaldo Leite fala sobre questionamentos sobre sua decisão política em Ruy Barbosa


Marivaldo Leite fala sobre questionamentos sobre sua decisão política em Ruy Barbosa

pp (1)


Texto na integra, publicado em um grupo do whatsApp por Marivaldo Leite na manhã desta quinta-feira dia 14 de julho de 2016.


Bom dia à todos!


Muitas pessoas estão me questionando sobre minha decisão política.


Volto a repeti sobre a eleição passada. Em toda reunião sempre falei que não votaria no Prefeito, porém, quando a suposta candidata não apareceu teriamos que tomar uma decisão, então reunimos os 15 dirigentes, sendo que 13 optaram pelo apoio ao prefeito à época e apenas Orlando Penha voltou contrário. Naquela ocasião segui o voto da maioria.


O resultado foi 14 a favor da coligação formal com o prefeito e um contrário, pois sabíamos que naquela coligação seria possível eleger nossos vereadores que atingissem 500 votos, infelizmente nem Beto nem Hernoval atingiu esse número de votos. Quanto a subir no palanque foi uma escolha deles, que poderia fazer a campanha no chão e apoiar Saulo.


Em relação a eleição 2016 optei em não ser presidente de nenhum partido para deixar a cargo do presidente decidir o que é melhor para os candidatos do partido.


No tocante ao nome Marivaldo Leite na condição política, vínhamos construindo um grupo com 4 nomes para que 1 candidato fosse escolhido, Saulo ganhou na pesquisa, mas como você bem sabe, houve um racha entre eles, sendo assim, tenho que tomar uma posição.


Deixo claro que eu e Adriano Pires vínhamos mantendo os eventos durante todo esse tempo com nossos recursos financeiros e com o apoio de dezenas de pessoas não candidatas que estão comigo independente de período eleitoral ou não, ainda assim, parte de nosso grupo iniciaram uma aproximação Eduardo Mota, inclusive levando para nossos eventos e o apresentando como suposto candidato, acho que a incoerência partiu dessa parte do grupo que ao invés de fazer com que nosso grupo crescesse no momento que o outro grupo havia dividido, optaram em se aproximar de Eduardo e consequentemente da estrutura municipal.


Tomarei minha decisão preocupado com as pessoas que estão comigo e não com as pessoas que se aproximam apenas na intensão de tirarem proveito político do trabalho que faço independente de política ou não, reitero que continuarei contribuindo para os eventos sociais como sempre faço desde quando cheguei em Ruy Barbosa.


Quando nos tornamos pessoas conhecidas publicamente ficamos expostos as críticas das pessoas éticas e honestas que em regra costumam elogiar ou criticar com de forma fundamentada, porém, ao mesmo tempo ficamos expostos as críticas dos sem caráter, desonestos e hipócritas, que por não terem escrúpulos acabam imaginando que todas as outras pessoas são iguais a elas.


Sei que independente de minha decisão sofrerei críticas e elogios, espero que seja no campo político, pois se for no campo pessoal poderão ter que responder por possíveis calúnias, difamação ou injúria.


Vejo um monte de picaretas e parasitas que fazem patrimônio particular dando calote nas pessoas ou desviando recursos financeiros que deveriam ser aplicados em prol da comunidade criticando de forma pejorativa os empresários de Ruy Barbosa que trabalham tanto e geram emprego e renda.


Poderia ficar até o dia da convenção protelando e enrolando as pessoas sem decidi, como em regra fazem os profissionais políticos.


Hoje estou em Salvador, terei uma reunião com o pessoal do PMDB primeiramente, terei uma reunião com Tácio Costa e outra com Otto Alencar.


Deixo claro que tomarei a decisão pensando nas pessoas que estão comigo sempre e analisando as consequências de minha decisão para estas pessoas e, principalmente para a sociedade de Ruy Barbosa.


Para a pessoa Marivaldo Leite a melhor coisa pra mim e para minha família seria jamais ter me aproximado da política partidária, contudo, é algo que gosto de participar, porém acredito que deveria mudar totalmente o atual sistema político brasileiro.


Apesar de ter apenas um voto por ter só um título, sei do peso de minha decisão, que causará reflexos no processo eleitoral na eleição 2016 em Ruy Barbosa.


Apesar de ter apenas um voto por ter só um título, sei do peso de minha decisão, que causará reflexos no processo eleitoral na eleição 2016 em Ruy Barbosa.


Para finalizar, ao tomar a decisão levarei em conta minha família, as pessoas ligadas à mim e os possíveis benefícios para a cidade de Ruy Barbosa. Levando em conta a incoerência de parte do grupo RENOVAÇÃO que estava trabalhando para fortalecer o nome de Eduardo Mota.


Amanhã irei declarar minha decisão.